quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Dois anos e bolinhas

Esse blog me deixa muito feliz! Sempre que um novo comentário aparece, um email chega eu me encho de felicidade. Seja por receber os parabéns por me manter firme no propósito de nunca mais colocar um cigarro na boca, seja por ver novas pessoas se entregando a esse objetivo e dividindo isso comigo. Poder ajudar, nem que seja online, dando força para continuar já é gratificante. E a razão, claro, de continuar vindo aqui, mesmo que esporadicamente, contar como as coisas andam e evoluem.

Nesse meio tempo nosso bloguinho foi notícia no Paraná (clica aqui pra ler). Sempre me orgulho de falar desse espaço. Sem isso eu tenho certeza que não teria conseguido. Aqui sempre pude falar exatamente o que tava sentindo, sem medo, mesmo com todo o julgamento que as pessoas têm. E sempre tive um apoio lindo de volta, de amigos, conhecidos e pessoas queridas que chegaram aqui aleatoriamente.

Agora que completei o segundo ano, tudo parece fácil. É tipo parto: é sofrido, dolorido, horroroso, parece que não vai dar, dor e mais dor, mas depois de um tempo a gente nem tem mais a dimensão exata, ainda mais quando vê o filho (ok, roubei a metáfora alheia porque ainda não tenho filhos, mas parece bem assim). Hoje encho tanto meus pulmões de ar que nem lembro o quanto isso já foi custoso. Não sei mais o que é pigarrear. Tosse de manhã? Parece que foi há uma eternidade. E eram coisas que nem me incomodavam. Não era nem bem tosse, era tosse com pigarro, uma coisa nojenta lembrando agora. Saio com os meus amigos, tomo minha cervejinha periódica e não lembro mais de como era com a outra mão. Até as ressacas são melhores. Não acordo mais com aquela voz de alcione-pós-atropelamento, nem preciso tossir e cuspir, nem fico com aquela sensação ruim no peito depois de fumar mais de 20 cigarros numa sentada.

O que não quer dizer que o monstro não apareça pra assombrar. Esses dias sonhei que eu pedia um cigarro. Mas que era um só, que não fazia mal. Acordei dando risada. Não sinto vontade de fumar, mas ainda assim o troço criou um laço tão forte comigo que me caça nos sonhos. Eu ri. A plenos pulmões! Como quem diz: blé, teu tempo morreu!


12 comentários:

  1. Oi, adorei esta sua iniciativa de fazer um blog contando como foi parar de fumar, e seu dia a dia nesta luta...
    Tenho 51 anos, e fumo a mais de 30 anos, várias tentativas e nada, hoje , como todos os dias me perguntei por que fumo, entrei aqui na pesquisa e coloquei: parei de fumar, e achei seu blog.
    Fumo mais de um maço por dia, é muito, diminui várias vezes e nada, começo tudo de novo, é bom quando a gente pode dividir isto com alguém que já fumou e deixou, a compreensão é maior. A pior parte é voce decidir parar... daí o resto se torna menos difícil, eu sei, hoje não quero fumar, não sei se vou conseguir... tenho certeza que se ficar hoje sem fumar, vou conseguir.
    Tenha certeza que este blog não só te ajudou na luta, como está me ajudando e ajudará várias outras pessoas com o mesmo problema.
    Parabéns novamente...
    Bjss
    Marli Lugatto

    ResponderExcluir
  2. Li eu blog quase todo (creio que hoje termino.. hehe) e gostaria de te parabenizar pela iniciativa. Neste momento completo 24 horas sem fumar, mas confesso que parecem 24 meses! Uma coisa terrível, fumo há "só" 3 anos e caí no conto de que pararia quando quisesse... a verdade é que fui completamente dominado, a varanda me chama há horas e por enquanto tenho escapado graças à leitura do seu blog =) Parabéns novamente, compartilhar sua luta e vitória é um baita incentivo aos que buscam o mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha, Gustavo, tarefa nada fácil! mas que bom que você chegou aqui e a leitura está te ajudando a evitar fumar o primeiro cigarro. e é isso que você vai fazer daqui pra frente: adiar esse momento até que chegue o dia em que tu não tenhas mais essa vontade. leia, tome água, saia pra correr, simplesmente caminhe sem rumo. o primeiro dia é SEMPRE o mais difícil, mas você está vencendo bem!

      força sempre!
      e conte comigo!
      abraço,
      Paula

      Excluir
  3. Oi, Paula, tudo bem? Estou há sete dias sem fumar e ler a sua experiência está me ajudando muito. Também estou mantendo um blog sobre esse meu processo, adeusaomundodemarlboro.blogspot.com.br. Escrever me ajuda muito.

    Obrigada por dividir com todos a sua vitória, está sendo inspiradora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marina, adorei o nome do seu blog!
      É sempre bom que a gente se apoie. Nossa, durante o início poder escrever e receber retorno foi fundamental pra mim!
      E vamos sempre nos inspirar juntas! Cada passo dessa caminhada é muito importante! Tamos juntas!
      ;)

      beijoca,

      Excluir
  4. Sou mais uma que está nesta batalha... estou bem no comecinho e também criei uma página para compartilhar e dividir minhas experiências. Sem dúvidas ler o relato de outras pessoas nos ajuda demais. Caso queira me visitar www.cantinhoparanoico.blogspot.com.br. Parabéns pela luta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro!
      Estamos aí é pra compartilhar as experiências e nos apoiarmos! A casa aqui tá sempre aberta pra ti.
      Força na peruca!

      Abraço,

      Excluir
  5. Hoje faz 5 dias que parei de fumar, larguei o cigarro e não estou usando nada para me auxiliar graças a deus a vontade de fumar esta passando, os piores momentos ja se passaram foi muito dificil estou firme e confiante.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rodrigo! E como é que tá agora?
    Espero que continues firme, lutando!
    Nuca é fácil, mas se a gente respira e visualiza as coisas por uma outra perspectiva, é capaz de aprender muito! Ainda mais sobre nós mesmos!
    Qualquer coisa que precisar volta aqui e desabafa! É pra isso que esse espaço serve.

    Abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá a todos, vou no meu 16º dia e espero sempre a somar!
      Todos os dias me sinto bem por estar a conseguir o que nunca pensei possível. Foram 27 anos, nunca antes tinha estado sem fumar um dia que fosse!

      Para além das melhorias na respiração a energia física aumentou, o que me encoraja, além disso todos os dias coloco 4 euros na caixinha (como não sou brasileiro pagava cigarros em euros ... kkk), o que me serve de motivação, a caixa fica mais pesada a cada dia :) as moedas fazem o seu efeito :)

      Sinto alguns probleminhas na digestão, estiva a ler e é normal, o tabaco é tão forte que o corpo quando se limpa se recente!! Segundo os especialistas é normal e ao fim de 3 a 4 semanas a coisa passa!

      Estar perto dos fumadores não me custa porque me faz sentir a importancia do que estou a conseguir.

      Um abraço forte a todos os lutadores.

      Excluir
  7. Paulo Augusto Sebin26 de maio de 2014 10:19

    Esse blog é sensacional. Eu sou jornalista na cidade de Londrina. No começo deste ano fiz uma reportagem sobre como é difícil parar de fumar, baseado em uma experiência familiar. Na hora que li esse texto logo me identifiquei com a minha reportagem. Parabéns pelo blog e iniciativa.

    ResponderExcluir
  8. Este é um questionário para um trabalho sobre métodos de parar de fumar. Preciso de respostas de pessoas fumantes, ou que desejam parar de fumar. É muito importante, se puderem repassem pra seus conhecidos. Obrigada pela atenção! <3
    https://docs.google.com/forms/d/1XiZWyuQLVZQk-088-gK_GiWulIl_J47QxSQvNapvnLs/viewform

    ResponderExcluir